23
Ago 10

- Essa é que é a minha menina! – Exclamei eu. Parecia que era uma criança e que tinham lhe acabado de dar um peluche. Estava mais do que contente só de pensar que a Cátia estava-se ao menos a esforçar para que o dia continua-se a correr bem.
- Uau, tu és espectacular! Como conseguiste? Ela parecia uma velha! Nem me disse uma única palavra no caminho todo e agora olha para ela…
- Sabes querida, eu tenho poderes mágicos! Queres ver?
-Não, é melhor não! Tenho medo!
-Então suas gordas? Vão demorar muito?! – Gritava Cátia já a descer as escadas.
Depois de duas voltas, centenas de gargalhadas e milhares de palavras ditas lembrei-me que ainda não tinha comido nada e senti a minha barriga a roncar.
- Meninas sabem uma coisa, a gorda precisa de comer urgentemente se não ainda caí para o lado! Mas olhem, continuem as voltas eu vou ali e já volto. Vou só buscar uma sandes. Depois eu ligo-vos .
-Não sejas parva, nós vamos contigo! Não te queremos sozinha aqui!
- Claro! – concordava a Lúcia com um acenar de cabeça mas sem duvida estava muito mais interessada na blusa que estava à sua frente.
- Não se preocupem! Já somos grandinhas! Para além disso eu sei Karate!
- Sim sim, e boxe também. – Disse a Lúcia soltando uma gargalhada geral.
- Vá, já venho. Continuem com as compras! Até já.
- Até já. – Despediram-se as duas em género de coro.
Como era dezoito horas e meia já havia algumas pessoas a comerem, vida de trabalhador… Decidi comer mesmo só umas sandes à pans e despachar-me o mais rapidamente possível. Fiz o meu pedido tão rápido que o rapaz nem percebeu o que eu disse. Só à terceira vez lá percebeu. Levei a minha sandes e a minha coca cola na mão, não tenho paciência para estar sentada, e sai a correr o mais rapidamente possível.
-Auu!! Essa doeu! – Disse eu, quase gritando. Nessa altura já tinha uma coca cola entornada em cima de mim e o cu no chão.
- Desculpa, não te vi. Estás bem?
- Depende, a minha sandes está viva? Se não tiver é melhor fugires! Eeeee!! Olha só para a minha blusa! Que bonito! Estou pronta para ir directa para a máquina de lavar!
- Desculpa a sério. Eu pago-te o arranjo!
-Hey! Tem calma! Eu estou bem! Não precisas de pagar nada!
Nesse momento é que eu reparei com quem eu estava a falar. Nem mais nem menos com Ruben Amorim! E ao seu lado o seu grande companheiro de equipa David Luiz. Meu Deus! Depois de tantos jogos ver aqueles dois ao vivo e a pedirem-me desculpa era o sonho de muitas raparigas. Mas eu tinha-me que aproveitar da situação.
-Ok, afinal estou chateada! Só te desculpo se deixares que tire uma foto a vosso lado! Não se vê dois grandes jogadores do meu clube todos os dias!
Soltaram uma gargalhada os dois e eu não me contive e também me ri.
- Então, tiramos uma foto ou não?
-Você tem câmera? – Perguntou o David. Tal como me tinham dito ele tem mesmo uma voz querida.
- Eu não, mas tenho o meu telemóvel!
- Isso? Isso é um telemóvel? – Disse Ruben Amorim soltando outra gargalhada
- É! E um grande telemóvel! Desculpem mas eu não tenho o vosso dinheiro! Neste momento até gasto mais do que recebo! Por isso não reclamem!
-Tudo bem, mas eu acho melhor ideia se nós tirarmos a partir do meu e eu mando a você.
- A sério David? Fazes isso? Obrigada! Óh espera, eu não tenho bluetooth…
- Não faz mal, você me dá o seu mail e eu mando.
- A sério? Estás a gozar? Só podes estar a gozar? Ou então és das melhores pessoas existentes no mundo!
-Acredita, ele ainda é melhor do que estás a pensar. – Disse o Ruben sussurrando.
Tiramos as fotos, uma com cada um e acabei por tirar uma com os dois, embora eles tivessem ficado um bocado cortados e também notava-se que estavam marrecos para tentar chegar à minha altura. Dei o meu mail ao David e acabei por ser eu agradecer e fui ter com a Lúcia e a Cátia.

publicado por acordosteusolhos às 18:22

comentários:
Tal como esperava, adorei este inicio! (:
Está mesmo muito bom, diferente da maioria das fics que já li mas isso não impede que esteja com uma grande qualidade.
Gosto muito da maneira como escreves, bem como os diálogos, parecem muito naturais, ao contrário de outras que já li em que os diálogos não eram tão 'expresivos'. Não consigo explicar muito bem. :b
Achei muito engraçada a parte final e como os conheceste.
Muitos parabéns, e continua. Está fantástica.
- Sara a 23 de Agosto de 2010 às 19:00

Obrigada Sara! Irei continuar e sim, compreendo. Não quis ser muito rápida. Muito Obrigada mesmo!

Portuguesa ? De Portugal xD (amas ele )

Muito diferente de todas as outras, mas talvez a melhor...As frases mostram bem como és (pelo pouco que conheço)

Continua a escrever Catarina :D
Ana a 23 de Agosto de 2010 às 19:13

Boas ^^
Bem estive a ler a tua fic e adorei ^^
já te estou a seguir mas como tens perfil privado peço-te para me seguires só para eu saber quando puseres aqui um novo capitulo.
Mais :D
Filippa a 23 de Agosto de 2010 às 20:48

Fico à espera de mais capítulos, está simplesmente brutal! mesmo ;)
Rita a 23 de Agosto de 2010 às 21:12

Catarina, tens mesmo de postar rapido ja tens muitas fãs!!
a tua fic ta mesmo muito boa!! adorei mesmo.. continua 8)
vanessa a 23 de Agosto de 2010 às 21:18

mais sobre mim
arquivos
2011

2010

arquivos
2011

2010

Música da Mena
Deixo aqui a nossa GRANDE cantora do chat, a Mé :b
Agradecimentos
Queria agradecer a todos que lêem a minha fan fic. Queria também agradecer ao blog http://23davidluiz.blogspot.com/ por publicar a minha fan fic e também ao blog http://david-luiz-fans.blogspot.com/. Muito obrigada a todos *
Críticas
Façam comentários com críticas, sejam elas positivas ou negativas. É com os erros que se aprende ;)