15
Set 10

-Então é assim, a mãe da noiva está sentada deste lado, o pai deste, a madrasta… Ai sente-se ao lado e pronto! O mesmo para este lado mas a irmã senta-se no lugar da madrasta e o cunhado do David fica ao lado – Ordenava Jonathan meio desesperado – o noivo fica deste lado e os padrinhos com um metro de distancia do noivo. Atrás dele! Catarina, tu vens da tenda, passas a ponte…
-Jonathan! Qual ponte? Não há ponte!
-Dá a volta à piscina Mulher! Grávidas… As madrinhas dão a volta por trás e põe-se aqui à espera. Como os padrinhos estão.
-Jonathan!
-Sim Mulher!
-Porque é que temos um microfone?
-É para mim! Quando tu te esqueceres das ordens ao menos tenho um microfone e escuso de estar a gritar feito maluco!
-Ah, está bem…
-Não fale assim com ela, está grávida – dizia baixinho David ao Jonathan.
-Não te preocupes que eu sei lidar com estás mulheres!
-Jonathan, ainda não percebi, a passadeira não ia ser branca?
-Mudei de ideias, com tantas pessoas a passarem aqui antes de ti, chegavas aqui com a passadeira mais preta do que branca.
-Ah, boa ideia… Então e vai ser este vermelho?
-Sim, o buquê é que não vai ser esse. Vai ter umas flores vermelhas… Mas isso logo se vê amanhã quando decidires ir experimentar o vestido.
-Eu faltei hoje porque estava ocupada.
-A fazer o quê?
-Passei os últimos dias mal disposta, nem sai da cama. O nervosismo, a gravidez e ter um marido em pulgas para saber o sexo dos bebés dá nisto!
-Catarina, AMANHÃ É QUINTA! CASAS DAQUI A TRÊS DIAS! Como podes estar assim tão tranquila?
-Eu não estou tranquila, mas nos últimos dias tenho-me preocupado mais com os bebés do que com o meu casamento. Agora, podemos começar.
-Quando quiseres… Espera! Ó pai da noiva, não se está a esquecer de nada?
-De quê?
-Não sei bem, mas talvez… DE ACOMPANHAR A SUA FILHA AO ALTAR!
-Já vou, já vou… Chiça filha, eu organizava isto melhor.
-QUERIA VER ISSO! Vamos lá começar, vou fazer a música tan-tan-taram-tan-tan-taram-tan-tan-taram-tan-taram-tan-taram…
-Isso é horrível Jonathan, pára.
-Ok, ok… Vá, vem andar dessa maneira, exactamente… Belo, chegas aqui o pai entrega a mão da filha ao marido…
-Ai, o que isso vai custar… Filha…
-Pai! Faz o que o Jonathan está a dizer se não ele perde a cabeça.
-Pronto, pronto. Toma lá a mão da minha miúda. Cuidadinho, vou estar de olho em ti.
-Obrigada. - Dizia David e piscava o olho ao meu pai, num sinal de "tudo vai correr bem".
-NÃO!! Você não diga isso no dia de casamento! – Gritava Jonathan – Isto é uma família de loucos. Vamos lá ver, você dá a mão da sua filha e o David agarra, diz “obrigada” e nada de piscar os olhos. Agarras na mão dela e ajudas ela a subir, no máximo dos máximos podes dar um beijo na mão dela, não há beijos em mais lado nenhum! Vocês ficam aqui em pé e o conservador levanta-se e cumprimenta-vos com um aperto de mão. Vou começar com o discurso. Todos prontos? Então vamos lá. Hoje, estamos aqui reunidos para celebrar a união de David e Catarina. Agora vem papelada, papelada, informações, informações, blá blá blá, ah, sim a parte importante, Agora os noivos vão passar aos votos e à troca de alianças. David, tu dizes o teu, Catarina, tu dizes o teu. Trocam as alianças e depois o conservador há de dizer, São oficialmente marido e mulher, o noivo pode beijar a noiva, vocês beijam-se – preparava-me para dar um beijo a David enquanto Jonathan estava concentrado a ler os papeis. – Não é preciso beijarem-se agora! Ai…
-Já está! Vai ser lindo!
-Eu também acho meu filho, estava um pouco receosa mas vocês vão ter um casamento lindo.
-Dona Regina o que importa é o sentimento e nós só queremos estar juntos os dois. O casamento é um dia marcante e uma promessa a Deus que vamos estar juntos para sempre.
-Gostei muito da sua compreensão por causa das religiões. – Dizia o pai de David
-Preferi assim, cada um de nós temos a nossa religião e somos os dois muito crentes. Não podia obrigar o David a ser católico ou o David obrigar-me a ser Evangélica.
-Fizeram muito bem.
-Obrigada Pai.
-De nada filhote! O meu menino loirinho e pequenino já está um homem e vai casar! Incrível não é Regina?
-Você tinha a mesma idade, agora entendo o porquê de tanta lamuria da minha mãe e do meu pai.
-Não vos vou roubar nada, só ficar um bocadinho com ele… - todos dê-mos uma gargalhada e o David agarrou-me enquanto a minha mãe e meu pai falavam com Jonathan que de repente dá um grito.
-Ai!
-Que foi Jonathan?
-Vocês não têm menina das alianças?
-Temos pois mas coitada estava dormir. Por falar a dormir, tenho sono. Podemos ir embora?
-Claro, e o escravo fica aqui!
-Jonathan, tu vais para a caminha porque eu amanhã às dez da manhã vou ter contigo e depois à noite tu vais ser o meu convidado especial da minha Despedida de Solteiro.
-Eu comprei-te uma prenda tão linda! Vais adorar! – Dizia Jonathan ao mesmo tempo que saltava e batia palmas. Toda a gente se riu das figuras que ele fez. Quando reparou parou quieto e despediu-se de todos. O mesmo foi acontecendo com as outras pessoas que lá estavam. Todos se foram embora desejosos que os dias passassem depressa.

publicado por acordosteusolhos às 18:34

comentários:
Estou a adorar a preparação do casamento.... eu conheço essa quinta, já lá estive num casamento. Boa escolha ;););)
Beijinhos
SP
SP a 15 de Setembro de 2010 às 21:38

Adorei, adorei! Estou ansiosa pelo dia do casamento! *-*
Maais! Beijinhos!
- Sara a 15 de Setembro de 2010 às 22:14

Vai ser lindo o casamento!! Tou mesmo ansiosa por esse dia!!
Está tudo muito bem preparado, um sonho mesmo! *-*
Bjinhos****
a 15 de Setembro de 2010 às 23:00

mais sobre mim
arquivos
2011

2010

arquivos
2011

2010

Música da Mena
Deixo aqui a nossa GRANDE cantora do chat, a Mé :b
Agradecimentos
Queria agradecer a todos que lêem a minha fan fic. Queria também agradecer ao blog http://23davidluiz.blogspot.com/ por publicar a minha fan fic e também ao blog http://david-luiz-fans.blogspot.com/. Muito obrigada a todos *
Críticas
Façam comentários com críticas, sejam elas positivas ou negativas. É com os erros que se aprende ;)