25
Ago 10

Não sabia o que vestir. A verdade é que acordei tarde e fui muito preguiçosa, acabando já por ser dezassete horas da tarde e eu ainda nem tinha tomado banho.
-Lúcia, blusa verde ou amarela? E levo calças de ganga certo? Brancas talvez sejam melhor do que azuis…
-Blusa? Calças de ganga? Tu vais levar o vestido que te dei mais os sapatos altos pretos que adoro.
- Lúcia eu não vou a nenhuma gala, vou comer mais um amigo meu ao Colombo!
- Ok, ok, então leva as calças de ganga justinhas, a camisa branca e os sapatos altos pretos. E não reclames.
-Não achas cores a mais?
-Vais levar branco e preto e achas cores a mais? Estás doida?
-Aí não me chateies. Vou tomar banho, espera aqui.
-Ok “Davida Luiza”…
-Cala-te!
Ao fim de quinze minutos voltei e vejo ela a mexer no meu computador e no telemóvel ao mesmo tempo.
-Que estás a fazer?
-Nada, só estava a ver as vossas conversas. Acho que ele é perfeito para ti!
-E pronto, lá vem a Lúcia e as suas parvoíces… Dá me o soutien e as cuecas se faz favor.
-Não é nada disso… Como tu és e como ele é, parecem almas gémeas! Toma…
-Sim pois… O que é isto? Fio dental? Rendinhas? Ó meu Deus. Nunca, mas nunca irei-te convidar para fazeres a minha mala para a noite de núpcias...
-Nunca se sabe como pode acabar a noite.
-Eu sei como vai acabar a noite. Eu na minha cama e ele na dele, se é isso que estás a magicar.
-Nunca disse isso… Mas tu bem que querias…
-Como? Lúcia até parece que não me conheces! Não ia para a…
-Para a cama com um gajo que conhecesse no mesmo dia… Sim, sim… E se for amor à primeira vista?
-Já tivemos juntos uma vez. Se não nos apaixonamos nesse dia não é amor à primeira vista.
-Sim, está bem.
-Vou secar o cabelo e pôr o lápis. Já volto… Não vejas mais mensagens por favor!
-Está bem…
O relógio já marcava dezoito horas e meia quando tinha saído da casa de banho.
-Como achas que estou?
-Gaja, linda! Mas estavas melhor com o vestido
-Óptimo! Vou me embora… Vens?
-Sim, claro… Deixo-te na paragem.
-Despacha-te porque o autocarro é às dezanove horas…
Oito e meia, hora habitual para as mulheres chegarem… O David já me tinha ligado uma vez mas como estava no metro não atendi. Não ia ouvir nada. Mas acabei por lhe mandar uma mensagem a dizer que iria chegar atrasada e para esperar por mim na zona da restauração. Agora já começava a tremer. Ele parecia-me muito simpático e lindo. Lindo demais! Era melhor voltar atrás e desistir. Não! Para a frente é o caminho e à minha frente só havia David. Cheguei à zona de restaurantes e não o vi. Embora achar uma pessoa no Colombo fosse como achar uma agulha no palheiro mas o David tinha quase um metro e noventa e uma cabeleira enorme aos caracóis. Tinha que o encontrar!
-Aí! Que susto David! Onde estavas?
-Estava mesmo ali junto do café. Estou cheio de fome e pelo menos lá não há ninguém a comer.
-Desculpa a sério… Devia ter me despachado mais cedo.
-Já estava a contar com o atraso, não se preocupe.
-Preocupo-me sim… Bem, sempre vamos à Pans?
-Não.
-Não? Como assim não?
-Estou mesmo com muita fome sabe? Na pans tinha que comer pelo menos umas cinco sandes.
-Ah ok, vamos onde tu quiseres. Afinal, tu é que pagas!
-Gracinha não é?
-Sim!
-Então vamos ao “ò Quilo”. Conheces?
-Conheço pois! É onde vou comer a minha picanha.
-Então pronto! Está decidido. Vai ser aí.
Quando chegamos ao restaurante de comida rápida reparei que as outras pessoas não paravam de olhar, como se fosse um crime estar com ele naquele sitio. Mas, o David, parecia tranquilo e eu não me incomodei. Ele cumprimentava as senhoras que estavam lá e eu seguia-o quando reparei que ele só estava a pôr comida no prato. O pobre coitado estava mesmo com fome, já devia ter mais de um quilo de comida no prato e eu com duas picanhas, batatas e salada. Fomo-nos sentar e só conseguia olhar para ele a comer. Já estava-me a sentir culpada… Ele coitado, estava cheio de fome e esperou por mim. O David era mesmo uma simpatia de pessoa.
-Tiveste treino?
-Sim, é por isso que estou esfomeado. Não vais ficar com fome?
-Não, eu vou ficar muito cheia. Acredita…
-Só com isso?
-Sim, eu não ando a correr que nem uma maluca todos os dias.
-Mas devias…
-Eu gosto de mim assim…
-NÃO! Percebeu mal! É bom para a saúde. Você está óptima.
-Sim, pois… Eu já pratico natação, é o que adoro. Mas agora tem sido difícil por causa da universidade.
-A sério… Ficou chateada? Não foi essa a minha intenção…
-Nada disso David, estou óptima. Como já te disse gosto do meu corpo e quem gosta, gosta. Quem não gosta que se vá embora porque não faz aqui falta.
-Você é engraçada e surpreende-me cada vez mais!
-Porquê David?
-Porque neste momento, meio Colombo está a olhar para nós e você ainda nem disse nada sobre isso.
-Não me importo com isso. Estou contigo, não com essas pessoas. Espero é que tu não te importes.
-Nada disso, você faz me sentir bem. Tranquilo.
-Ó, vou ficar envergonhada.
-Não fiques a sério – diz o David agarrando a minha mão em cima da mesa. Reagi de imediato tirando a minha mão.
-Wow… Não tens namorada? Não quero problemas…
-De facto, não… E você? Parece constrangida. Tem namorado?
-Não, não! Mas porque perguntas?
-Por nada…
-As raparigas costumam mesmo agarrar no teu cabelo?
-Sim… – e solta risada – não me importo, até é engraçado mas eu fico embaraçado várias vezes…
-A sério? Arriscava mais em convencido mas nunca embaraçado…
-Convencido? Você me acha convencido?
-Não… Sim… Vou te explicar que é melhor! Eu pensava que os jogadores de futebol eram todos uns convencidos porque bem… Se olhares para certos jogadores eles são muito convencidos! E depois tu com esse cabelo e com tantas raparigas atrás de ti. Esquece!
- Não, eu não sou assim. Acredita em mim.
-Eu acredito - este acredito, tinha saído bastante profundo. Tanto que me arrepiei de cima abaixo.
-Estás com frio?
-Não, nada disso…
-Se quiseres posso dar-te o meu casaco…
-Não, por acaso não te disse mas, ridicularizaste-me.
-Porquê?
-Estás tão bem vestido e eu vim só com umas calças de ganga…
-Eu também tenho calças de ganga…
-Sim mas com uma camisa e um blazer… Bem que a Lúcia disse me que devia ter trazido o vestido.
-Você está linda… Não precisa de vestido nenhum. Está perfeita.
-Ok, estás a deixar me coradinha…
-Não fiques…
-Bem, bebes café? – tinha que mudar de assunto de conversa o mais rapidamente possível antes que ficasse um tomate.
-Eu não gosto muito, mas você pode ir lá buscar um…
-Não faz mal, eu também não gosto.
-Então porque perguntas-te?
-Não sei bem…
-Bem, gostou?
-Amei! E tu comes-te tudo!
-Estou arrebentar, mesmo…
-Ah, ainda bem… Vamos digerir esse grande jantar, vamos?
-Sim, onde queres ir?
-Primeiro tens que vir comigo comprar o telemóvel e depois logo se vê…
-É verdade, vamos lá tratar disso. Tens alguma ideia?
-Um nokia Express music que tem teclas sabes? Um fininho…
-Esse?
-Sim, é óptimo e para além disso baratinho!
-Ok, vamos lá ver isso então…
 Na loja, havia tantos telemóveis que até metia impressão. Quando lhe mostrei o telemóvel ele fez uma cara feia, como se não concordasse nada com  a minha escolha.
-Não gostas David?
-Eu gostava mais de ver nas suas mãos um telemóvel diferente.
-Qual?
-Conhece os Blackberry’s?
-Conheço, e também conheço os preços deles.
-Pois, mas ficava melhor…
-Sim, mas eu só preciso de mandar mensagens e telefonar. Não preciso de nada assim como esses… Embora tenhas razão. São lindos. Mas este também é, é vermelho.
-Olha, venho já… Vi uma amiga minha ali ao fundo, faz me um favor?
-Sim, claro – mal ele disse amiga acho que fiquei cheia de ciúmes. Calma Catarina, isto não podia estar acontecer. Era só impressão e ressenti-me apenas – o quê?
- Então, preciso do jornal “A Bola”. Achas que me podes arranjar?
-Sim, claro – algo me dizia que o David me queria fora da loja. Senti-me magoada, nem queria acreditar que ele era assim. Afinal o David era apenas mais um homem, que queria o mesmo que todos os outros.

publicado por acordosteusolhos às 21:56

comentários:
Adoro! Adoro! Adoro!
Continua depressa depressa depressa!
Espero que o David vá fazer o que eu estou a pensar :p
Continua depressa por favor!
Estou viciada!
:P
Bejinho
Adriana
Adriana a 25 de Agosto de 2010 às 22:18

Obrigada! Amanhã ponho mais três :)
Não és tu que também tens uma fanfic?

Está muito bom !
Eu acho que o David deve ter tido uma boa razao para a "mandar pra fora da loja"...
Tenho razao ?
Tatiana a 25 de Agosto de 2010 às 22:21

Hmmm... Não sei.. Eu acho que não, infelizmente...

mais sobre mim
arquivos
2011

2010

arquivos
2011

2010

Música da Mena
Deixo aqui a nossa GRANDE cantora do chat, a Mé :b
Agradecimentos
Queria agradecer a todos que lêem a minha fan fic. Queria também agradecer ao blog http://23davidluiz.blogspot.com/ por publicar a minha fan fic e também ao blog http://david-luiz-fans.blogspot.com/. Muito obrigada a todos *
Críticas
Façam comentários com críticas, sejam elas positivas ou negativas. É com os erros que se aprende ;)