26
Ago 10

-Pára! – Empurrei-o e sai da cama o mais rapidamente possível.
-Desculpa, eu não queria…
-David, eu preciso de falar contigo…
-Fala, diz o que se passa.
-Eu, tive um namorado… Ele era das pessoas mais incríveis do mundo. Passei dois anos com ele e eu pensava que ele era a pessoa com quem eu ia casar. Não era bonito, mas era a pessoa que me amava e eu amava-o. Era amor. Até que ele conheceu as pessoas erradas e acabou por entrar na droga e por me trair. Eu sabia que ele estava-me a trair. Todas as minhas amigas me diziam, todos os meus amigos me avisavam mas eu não me importava. Eu estava apaixonada por ele. Até que, num dia, ele mandou me ir à casa dele e dei com a porta aberta.  Entrei dentro de casa para lhe fazer uma surpresa e quando dei por mim eu é que estava a ser surpreendida. Encontrei ele mais uma rapariga na cama dele. E sabes qual foi a primeira coisa que ele me disse? “Olá, junta-te a nós”. Foi a coisa mais nojenta que eu já tinha ouvido no mundo e senti-me destroçada, perdida. Durante três dias só bebia água e mais nada. Vi a minha mãe e os meus amigos tristes e preocupados comigo. – Pus-me de joelhos encostada à cama e o David veio ter comigo e agarrou as minhas mãos – David, eu só não quero ver a minha mãe preocupada comigo outra vez. Eu não quero ver a Lúcia ou a Cátia a chorarem porque eu ando perdida e a fazer parvoíces. Eu não quero voltar a chorar, a ficar destroçada… Promete-me, nunca me irás fazer algo assim…
-Eu prometo-te, eu amo-te.
-Não me digas isso…
-Porquê? Eu sinto-me seguro ao dizer-te isto e tu podes não o sentir, mas eu sinto. E é estranho porque de facto, o que tu pensas… Tens razão. Como posso amar-te se só te conheço à horas… Mas amo, e tenho a certeza.
-É agora que devia dizer-te que também te amo não é?
-Acho que sim…
-Desculpa, não sei o que te dizer. Eu sinto que és diferente mas não sei se é amor ou não…
-Não faz mal, eu espero. Não se preocupe…
-Vou-me vestir. – Dizia, ao mesmo tempo que me levantava e ia para a casa de banho.
- Ah, é verdade. As suas cuecas, são lindas…
-Não gozes! Isto é o que dá ter a pior melhor amiga de sempre!
-Eu agradeço-lhe, imenso! Nem tu sabes o quanto…
-Ahah nem brinques!
Ao menos a Lúcia tinha razão, a noite acabou bem mas a minha opinião não mudava. Ela nunca mais iria escolher roupa interior para mim!

 

publicado por acordosteusolhos às 21:21

comentários:
Que história essa que se passou com a Catarina s: Mesmo triste, mas o David foi mesmo querido com ela :D
Ahahah, as cuecas xD.
- Sara a 26 de Agosto de 2010 às 21:34

Obrigada Sarinha. Tinha que pôr alguma piada no meio disto xD

De nada. (: Assim é um capitulo completíssimo, tem momentos sérios mas outros mais animados. Beijinhos
- Sara a 26 de Agosto de 2010 às 21:46

mt giro...!
vais por mais hoje?

continua assim?
ana afonso a 26 de Agosto de 2010 às 21:35

enganei me...
queria dizer continua assim!
ana afonso a 26 de Agosto de 2010 às 21:37

Depende das visitas que receber.. Se receber muitas devo pôr às 23 horas o décimo quinto capitulo :)

:) estarei aqui para ver...

bj
ana afonso a 26 de Agosto de 2010 às 21:43

tens de meter o outro capitulo ainda hoje :D
a historia está mesmo fantástica .
sofia a 26 de Agosto de 2010 às 22:45

Obrigada Sofia :)

de nada ^^
sofia a 26 de Agosto de 2010 às 22:59

mais sobre mim
arquivos
2011

2010

arquivos
2011

2010

Música da Mena
Deixo aqui a nossa GRANDE cantora do chat, a Mé :b
Agradecimentos
Queria agradecer a todos que lêem a minha fan fic. Queria também agradecer ao blog http://23davidluiz.blogspot.com/ por publicar a minha fan fic e também ao blog http://david-luiz-fans.blogspot.com/. Muito obrigada a todos *
Críticas
Façam comentários com críticas, sejam elas positivas ou negativas. É com os erros que se aprende ;)