28
Ago 10

-Bolas, a minha mãe vai-me matar! David, onde estás? – Desta vez não tínhamos apenas dormido juntos, tinha sido uma noite romântica. Foi maravilhoso, transformamo-nos numa pessoa só. Ao meu lado estava um envelope a dizer “Meu Amor…”. Abri-a com todo o jeito do mundo e li a carta.
“Desculpe meu anjo mas tive que ir embora, tenho treino às dez horas e depois devo ir almoçar com o Ruben. A sua mãe telefonou e eu atendi, expliquei a situação toda e pode estar descansada. Ela é muito simpática, por acaso também me falou do seu pai e cada vez fico mais nervoso. Estou brincando. Deixei um pequeno-almoço para você mas fica à minha espera está bem? Nem me despedi como deve ser de você. Há comida no congelador e assim, faz qualquer coisa. Amo-te muito, beijo.

Ah, adorei a noite.”

Estava perdida de amores por David. Às vezes nem me lembrava de quem ele era, só que era a pessoa mais perfeita do mundo e que era meu namorado. Ele estava enganado. Quem tinha saído a lotaria era a mim. O melhor era beliscar-me para sentir que não estava a sonhar. Tinha doido, agora tinha a certeza que estava mais do que acordada. Levantei-me e fui à cozinha ver o que tinha-me deixado e vi um grande croissant de chocolate. Estava vestida com a blusa branca dele e não a queria sujar então fui tomar um banho e vestir-me. Mais uma vez não tinha nada para vestir então resolvi vestir uns calções que ele tinha para correr e uma blusa. Comi o grande croissant e já não me apetecia comer mais nada. Fui para a sala e deitei-me no grande sofá do David. Passei por todos os canais mas não estava a dar nada de jeito, apetecia-me sair mas não tinha as chaves e depois não tinha como entrar. Estava a ter uma vida sedentária e ninguém queria ter uma assim. Acabei por ir à internet ver as notícias do Benfica o que acabaria por ser estúpido pois eu podia saber perguntando ao David, mas já se tinha tornado um hábito. Dou com a notícia do jornal “Record”, “David perto do Chelsea”. Sabia que não era verdade, o David já me tinha garantido que ia ficar no Benfica pelo menos mais um ano mas não deixei de pensar, “Seria mesmo capaz de deixar tudo para estar com o homem que amo?”. Havia vários prós e vários contras. Prós, poderia conhecer novos sítios, novas pessoas, novas culturas, coisas que adorava fazer. Contras, tinha que deixar a minha família, tinha que ir à procura de faculdade, uma nova língua, não podia criar uma família como as pessoas normais, insegurança pois não sabia se o David poderia sair e ir para outro clube outra vez e aí tinha que sofrer todo o processo outra vez. Valeria a pena? O amor superava isso tudo? E se um dia tudo acabasse? Arrepiava-me só de pensar nisso. Se calhar, David tinha razão. Talvez na hora da decisão recua-se e não queria fazer uma coisa dessas a David. Era muito cruel para ele e isso apenas não podia acontecer, ele não merecia. Era especial demais para lhe fazer isso.
Resolvi ir ao Correio da manhã, embora pensasse que fosse um jornal diário horrível gostava de ler a parte “Vidas”. Foi ao site e a noticia principal fez com que eu desse um grito. Estava horrorizada, eu vinha na notícia principal. “David tem nova namorada” lia-se em grande destaque. Não podia acreditar, aquilo não podia estar acontecer. Não é que quisesse ser a namorada do David mas não queria que a minha foto aparecesse no jornal diário que mais se lê em Portugal.  A minha mãe ia ler, os meus amigos iam ler, o meu pai ia ler! Estava tudo perdido, tinha que esconder o David porque com aquela foto o meu pai iria mata-lo. Como descobriram tão depressa? Também não era para mais, David já estava farto de me anunciar como sua namorada, mas como conseguiram uma foto de mim e do David de mão dada? Mesmo tirada de frente? Estes gajos, os fotógrafos eram mesmo chatos, sem qualquer dúvida. Fui buscar o telemóvel e já tinha trinta mensagens não lidas e dez chamadas não atendidas, a boa notícia é que nenhuma das chamadas era do meu pai, a má notícia é que tinha mensagens e chamadas de pessoas com quem eu já não falava há anos. Não podia estar acontecer… Cambada de interesseiros, agora via-se os amigos verdadeiros. Acabei por ver uma mensagem do Edgar, o meu antigo namorado. “Então, parece que não passas-te tempos assim tão difíceis, larguei-te há seis meses e já tens outro. Vê se logo que tipo de pessoa és Catarina!”. Que lata. Quer dizer traiu-me com outra e ainda vem dar sermões, só podia estar doido. Apaguei a mensagem e juntamente com a mensagem foi o número, para otários estava farta. Fiz o mesmo com todos os outros números de pessoas que me tinham mandado uma mensagem a felicitar, as interesseiras e agradeci aos outros. Tentei ligar outra vez ao David e não me respondeu, já estava a ficar irritada. Os treinos não duram até tão tarde. Comecei a pensar como teria sido com o David, se comigo por ser namorada dele estavam-se atirar, com ele deve ter sido horrível. Ele tinha que ter cuidado com os amigos que tinha porque muitos poderiam ser só amigos por dinheiro. Nem queria pensar, mas ele teria que me ensinar a viver com isto pois eu não seria capaz sozinha. Apaguei todos os sites que tinha abertos e fechei o computador, deitei-me novamente no sofá e mudei a televisão para a sic, já estava na hora do jornal da tarde. Senti o telemóvel a tremer, era o David…
“Ligou duas vezes, passou-se alguma coisa?”
-Saímos no correio da manhã.
“Hã?”
-Isso mesmo que te disse.
“O que diz lá?”
-Que tens uma nova namorada e vem uma foto de nós os dois.
“Está a brincar só pode!”
-Achas que brinco com uma coisa destas?
“Ok, eu vou já ter contigo.”
-Não, vai comer com o Ruben…
“Não, eu quero estar contigo…”
-David, por favor, vai comer com o Ruben ok?
“Pareces-me chateada…”
-Não estou, não te preocupes comigo… Vá, beijinhos.
“Beijinhos meu amor”
Não podia dizer que estava bem, mas também não estava chateada. Não era à primeira dificuldade que ia desistir e sabia que viriam muitas mais.

publicado por acordosteusolhos às 02:55

comentários:
Cada vez Melhor :D
Ana a 28 de Agosto de 2010 às 03:09

Catarina este episódio está fantástico. Adorei mesmo. Foi lindo aquele iniicio. *-*
Bem, os jornais nao perdoam uma. Nem jornais nem amigos por interesse. -.- Estou mesmo curiosa pela continuação e desenrolar da história. Parabéns! :D
- Sara a 28 de Agosto de 2010 às 03:12

Está a ficar cada vez melhor esta história :)
Anónimo a 28 de Agosto de 2010 às 11:03

historia mesmo fantástica fico a espera pelos próximos episódios
daniela matos a 28 de Agosto de 2010 às 12:30

Muito bom Catarina!
Parabéns pelo teu trabalho!
Continua! :)
Fabi a 28 de Agosto de 2010 às 14:33

mais sobre mim
arquivos
2011

2010

arquivos
2011

2010

Música da Mena
Deixo aqui a nossa GRANDE cantora do chat, a Mé :b
Agradecimentos
Queria agradecer a todos que lêem a minha fan fic. Queria também agradecer ao blog http://23davidluiz.blogspot.com/ por publicar a minha fan fic e também ao blog http://david-luiz-fans.blogspot.com/. Muito obrigada a todos *
Críticas
Façam comentários com críticas, sejam elas positivas ou negativas. É com os erros que se aprende ;)